Relatório aponta que PGR denunciou quase 70 pessoas em sete meses

O procurador-geral da República, Augusto Aras, apresentou nesta terça-feira, 26, o relatório de atividade dos sete primeiros meses de sua gestão. Os dados são referentes ao período entre outubro de 2019 e abril de 2020.

De acordo com o relatório, o gabinete da PGR chegou a produzir mais de 12 mil manifestações destinadas aos Tribunais Superiores e a órgãos externos, como Polícia Federal e ministérios. Em média, foram realizadas 93 peças diariamente, considerando os dias úteis.

Além disso, 69 pessoas foram denunciadas nos sete primeiros meses de Aras. No mesmo período, foi solicitada a instauração de 50 novas frentes de investigação, incluindo inquéritos, petições iniciais e sindicâncias, com a maior parte direcionada ao Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Enquanto isso, as demais denúncias foram endereçadas ao Supremo Tribunal Federal (STF).

relatório de atividades está disponibilizado na internet e traz detalhes da atuação de Augusto Aras à frente do Ministério Público da União (MPU).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *