‘Dias melhores virão’, diz rainha Elizabeth II

A rainha Elizabeth II, 93 anos, fez um pronunciamento raro neste domingo (5), no qual elogiou o espírito nacional dos britânicos e pediu que a população supere o tempo de ‘dor’ e de ‘enormes mudanças’ que a pandemia do coronavírus trouxe. Em 68 anos de reinado, esta é a quinta vez que a monarca fala publicamente, com exceção das tradicionais mensagens de Natal.

Na conta oficial do Instagram da família real, a rainha comentou sobre a importância de todos se manterem dentro de suas casas, já que o Reino Unido é um dos lugares com mais casos de coronavírus da Europa. Foram registradas, nas últimas 24 horas, mais de 621 mortos, somando quase 5 mil mortos em todo o país que tem uma população majoritariamente idosa.

“Quero agradecer a todos na linha de frente do NHS, bem como aos profissionais de saúde e àqueles que desempenham papéis essenciais, que continuam seus deveres diários fora de casa, em apoio a todos nós”, disse, em um trecho do pronunciamento.

“Tenho certeza de que o país se juntará a mim para garantir que o que você faz seja apreciado e a cada hora de seu trabalho duro nos aproxime de um retorno a tempos mais normais”, completou a rainha Elizabeth. No final de sua fala, ela fez um discurso de esperança de que dias melhores virão após a pandemia. “Devemos ter consolo de que, embora tenhamos mais ainda para suportar, dias melhores virão: estaremos com nossos amigos novamente; estaremos com nossas famílias novamente; nós nos encontraremos novamente”, falou.

A aparição da monarca é simbólica, em meio à crise mundial e aos riscos causados pela pandemia. A monarca somente se manisfetou na Guerra do Golfo (1991), após a morte Diana, ex-mulher do príncipe Charles (1997), na morte da rainha mãe (2002) e durante a celebração dos 60 anos do reinado dela (2012).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *